Connect with us

Big Brother Brasil

Ana Paula é eliminada do “BBB” com índice de rejeição recorde; Confira o ranking

Published

on

Foto/Reprodução: Twitter.

Na noite desta última terça-feira, 13, a jornalista Ana Paula foi a terceira eliminada do “Big Brother Brasil” com um índice de rejeição recorde na história do programa.

Disputando com a Família Lima e Paula, a morena recebeu do público 88,85% dos votos e superou a Elis [BBB 17], no quesito rejeição em paredão triplo. 

Na casa, Ana Paula enfrentava o seu segundo paredão e foi nesse último por conta dos 7 votos que recebeu na votação que aconteceu no último domingo, (11).

Porém, não foi só a sister que recebeu uma rejeição grande em paredão triplo. Confira agora o ranking dos mais rejeitados da história do programa.

1° lugar: Ana Paula (BBB 18) 88,85%

2° lugar: Elis (BBB 17) 80,32%

3° lugar: Roberta (BBB 17) 79,43%

4° lugar: Tessália (BBB 11) 78%

5° lugar: Diana (BBB 11) 75%

6° Luiz Felipe (BBB 17) 73,81%.

Clique para comentar!

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

  Subscribe  
Notify of

Big Brother Brasil

Sem nunca ter assistido ao BBB, Nayara de Deus conta como foi chamada para participar do reality show

Published

on

Nayara de Deus foi uma das participantes da décima oitava edição do BBB. (Foto: Reprodução)

Nayara de Deus foi uma das participantes da décima oitava edição do BBB. (Foto: Reprodução)

O Big Brother Brasil, da Globo, apesar de levantar a ideia de que o público deve somente se inscrever no Gshow para ser selecionado no reality, passa longe de cumprir isso no papel.

Em todas as temporadas, alguns participantes contam, dentro ou fora do reality, como chegaram até a casa mais vigiada do Brasil mesmo sem sequer ter se inscrito ou assistido ao programa anteriormente.

Em sua estreia como colunista do Portal Pepper, a jornalista Nayara de Deus, participante da décima oitava edição do reality show, contou como foi selecionada pelos olheiros do diretor Boninho e fez um resumo sobre sua convivência na casa.

“Era sexta-feira à noite. O palco, Vila Madalena. Mais necessariamente um evento de Arquitetura e Design que contou com os meus trabalhos de assessoria de imprensa. Quando abordada, agradeci e disse que tampouco tivera acompanhado qualquer edição do reality show.  Simpáticas, as duas parceiras do esquadrão Boninho insistiram”, disse ela, que logo depois, recebeu um pedido.

“Pediram para que eu pensasse melhor. Educada, deixei meu contato com as ‘caçadoras’. ‘Foram tão amorosas’, pensei”, contou Nayara que, na sequência, concedeu o número de seu celular para as olheiras da Globo.

“Passa um ano, quase dois…e não é que voltaram a me ligar?O papo era o mesmo: ‘não estamos procurando só quem assista ao programa, e você tem um perfil tão interessante!”, finalizou, aceitando assim, o convite para integrar o elenco do reality apresentado por Tiago Leifert.

Além de sua coluna no portal, a paulistana estreou recentemente o seu canal do YouTube cujo o mesmo possui o nome da jornalista. Após o confinamento, ela marcou suas redes sociais com uma grande cobertura ao desabamento do prédio no Largo do Paysandu, SP.

No BBB, Nayara permaneceu na casa por quatro semanas e foi eliminada com 92% dos votos em um paredão disputado entre ela, Gleici e Mahmoud. Durante sua participação, a jornalista fez o uso de toda sua autenticidade, mas não chegou a agradar alguns competidores, além do público, que a apelidou como “apuradora/investigativa” em referência a sua profissão.

Continue Lendo

Big Brother Brasil

Ex-BBB Gleici muda drasticamente visual e impressiona fãs

Published

on

Ex-BBB Gleici Damasceno. (Foto: Reprodução)

Ex-BBB Gleici Damasceno. (Foto: Reprodução)

A campeã da décima oitava edição do Big Brother Brasil, Gleici Damasceno, decidiu repaginar completamente seu visual e surpreendeu a todos.

Leia também: Pabllo Vittar posta foto em banheira e detalhe chama atenção de fãs

A acreana e estudante de Psicologia postou em seu perfil oficial no Instagram, uma foto completamente diferente de como era vista dentro da casa mais vigiada do país.

Milionária, Gleici tem ostentado novos ares e tem surgido bem mais estilosa, deixando os internautas de queixo caído com sua transformação.

Confira a transformação:

Uma publicação compartilhada por GLEICI DAMASCENO (@gleicidamasceno) em

 

EX-BBB SEGUE CARREIRA COMO DIRETORIA DE FILME PORNÔ FEMINISTA

Diferente de muitos ex-BBBs, que após saírem do confinamento buscam atenção dos holofotes, Mayara Medeiros, 29, escolheu ficar atrás das câmeras.

A participante da 12ª edição do reality show Big Brother Brasil se tornou diretora de filmes pornográficos alternativos na produtora Xplastic, que existe há 20 anos e começou a partir de uma banda de punk rock.

“Não temos medo de pornografia e, desde sempre, sabemos que mulheres também gozam. Até porque hoje somos uma equipe com mais mulheres do que homens”, declarou.

Em sua rotina, ela trabalha como diretora de projetos, cuidando desde o planejamento, concepção até a finalização dos mesmos. Mayara é responsável por toda a produção: elenco, cenografia e figurino, de filmes, séries e eventos, todos tratando de sexualidade.

“Até a minha chegada algumas mulheres já haviam feito alguns trabalhos atrás das câmeras para a Xplastic, com câmera na mão mesmo. Apesar de a equipe fixa ser só de homens, foi havendo esse tipo de abertura”, relembrou.

“Eles já tinham feito muito antes de pornô produzido por mulheres entrar em pauta, o que me permitiu fazer o que acredito que é produzir conteúdo para maiores de 18 sem escolher um gênero para privilegiar.”, disse ainda.

O início dessa carreira começou bem antes mesmo de sua participação no Big Brother Brasil. Ela conta que nunca enfrentou problemas com a família, mesmo existindo um preconceito com quem trabalha nesta área, até mesmo nos bastidores.

“Sou de uma família de educadores, também fui educadora antes e sempre entendemos que sexualidade é parte importante da formação de qualquer pessoa. Trabalhar tentando produzir algo mais justo em uma indústria cheia de desequilíbrio é algo que inclusive conversamos nos almoços em família, mas sem dúvidas existe preconceito e lidar com ele faz parte do trabalho.”

Ela acredita ainda que as mulheres são um novo mercado para a indústria pornográfica: “Com essa nova onda feminista, houve mais consciência que o nosso corpo nos pertence e que ele pode nos oferecer prazer, que as mulheres também têm desejo e tesão. Isso contribui muito para uma mudança nos nossos hábitos de consumo”, declarou.

“Aquela pornografia feita só por homens e para homens só reforça qualquer sensação ruim que já temos com sexo. Não cabe mais e quem está atento a isso já está mudando. Alguns irão continuar produzindo só para homens mesmo e não vão mudar, o que também é normal de mercado”, completou.

Mayara explicou que cada um sabe aproveitar melhor a própria imagem após o BBB, seja em frente ou por trás das câmeras: “O ‘BBB’ pode ser muito positivo para quem está interessado em viver com a imagem, ele explora a imagem dos participantes, então faz muito sentido. Quando entrei eu não pensei nisso, nunca tinha assistido uma edição inteira e meu interesse era tentar ajudar financeiramente a minha família.”

“Infelizmente, não consegui oferecer para minha família o que eu queria, mas não vejo a participação como negativa. A experiência na TV me ajudou muito a entender como as coisas funcionam do lado de quem se expõe, principalmente sobre as disputas de ego.”, finalizou.

 

Continue Lendo

Big Brother Brasil

Ex-BBB segue carreira como diretoria de filme pornô feminista

Published

on

A ex-BBB Mayara Medeiros é diretora de filme pornôs feministas. (Foto: Reprodução)

A ex-BBB Mayara Medeiros é diretora de filme pornôs feministas. (Foto: Reprodução)

Diferente de muitos ex-BBBs, que após saírem do confinamento buscam atenção dos holofotes, Mayara Medeiros, 29, escolheu ficar atrás das câmeras.

Leia também: Com a direção de Rodolpho Cauhi, nova versão do clipe Tempos Modernos estreia nessa quarta-feira no Video Show

A participante da 12ª edição do reality show Big Brother Brasil se tornou diretora de filmes pornográficos alternativos na produtora Xplastic, que existe há 20 anos e começou a partir de uma banda de punk rock.

“Não temos medo de pornografia e, desde sempre, sabemos que mulheres também gozam. Até porque hoje somos uma equipe com mais mulheres do que homens”, declarou.

Em sua rotina, ela trabalha como diretora de projetos, cuidando desde o planejamento, concepção até a finalização dos mesmos. Mayara é responsável por toda a produção: elenco, cenografia e figurino, de filmes, séries e eventos, todos tratando de sexualidade.

“Até a minha chegada algumas mulheres já haviam feito alguns trabalhos atrás das câmeras para a Xplastic, com câmera na mão mesmo. Apesar de a equipe fixa ser só de homens, foi havendo esse tipo de abertura”, relembrou.

“Eles já tinham feito muito antes de pornô produzido por mulheres entrar em pauta, o que me permitiu fazer o que acredito que é produzir conteúdo para maiores de 18 sem escolher um gênero para privilegiar.”, disse ainda.

Após ser eliminada com 74% dos votos, Pedro Bial conversa com Mayara. (Foto: Reprodução/TV Globo/Frederico Rozário)

Após ser eliminada com 74% dos votos, Pedro Bial conversa com Mayara. (Foto: Reprodução/TV Globo/Frederico Rozário)

O início dessa carreira começou bem antes mesmo de sua participação no Big Brother Brasil. Ela conta que nunca enfrentou problemas com a família, mesmo existindo um preconceito com quem trabalha nesta área, até mesmo nos bastidores.

“Sou de uma família de educadores, também fui educadora antes e sempre entendemos que sexualidade é parte importante da formação de qualquer pessoa. Trabalhar tentando produzir algo mais justo em uma indústria cheia de desequilíbrio é algo que inclusive conversamos nos almoços em família, mas sem dúvidas existe preconceito e lidar com ele faz parte do trabalho.”

Ela acredita ainda que as mulheres são um novo mercado para a indústria pornográfica: “Com essa nova onda feminista, houve mais consciência que o nosso corpo nos pertence e que ele pode nos oferecer prazer, que as mulheres também têm desejo e tesão. Isso contribui muito para uma mudança nos nossos hábitos de consumo”, declarou.

“Aquela pornografia feita só por homens e para homens só reforça qualquer sensação ruim que já temos com sexo. Não cabe mais e quem está atento a isso já está mudando. Alguns irão continuar produzindo só para homens mesmo e não vão mudar, o que também é normal de mercado”, completou.

Mayara explicou que cada um sabe aproveitar melhor a própria imagem após o BBB, seja em frente ou por trás das câmeras: “O ‘BBB’ pode ser muito positivo para quem está interessado em viver com a imagem, ele explora a imagem dos participantes, então faz muito sentido. Quando entrei eu não pensei nisso, nunca tinha assistido uma edição inteira e meu interesse era tentar ajudar financeiramente a minha família.”

“Infelizmente, não consegui oferecer para minha família o que eu queria, mas não vejo a participação como negativa. A experiência na TV me ajudou muito a entender como as coisas funcionam do lado de quem se expõe, principalmente sobre as disputas de ego.”, finalizou.

 

Continue Lendo

Enquete

Advertisement

Siga-nos no Twitter

Advertisement

Curta-nos no Facebook!

Advertisement

Copyright © 2018 O Canal - Onde a TV vira notícia!