Connect with us

Coluna

Como Íris Abravanel trouxe a Sala dos Roteiristas para o Brasil

Published

on

Íris Abravanel é a maior autora do casting do SBT na atualidade. (Foto: Reprodução)

Íris Abravanel é a maior autora do casting do SBT na atualidade. (Foto: Reprodução)

Desde 2008, a empresária e diretora Íris Abravanel se lançou como autora de telenovelas do SBT. Há dez anos na função, a esposa do apresentador e dono da emissora, Silvio Santos, acumula sucessos no currículo e está no ar com um dos maiores fenômenos do canal no século com As Aventuras de Poliana.

Sua primeira novela foi Revelação – com supervisão de texto de Yves Dumont – e só foi levada ao ar após o término integral de sua gravação. Em 2009, Íris adaptou Vende-se um Véu de Noiva, um texto radiofônico de Janete Clair. Em 2012, foi ao ar sua novela Corações Feridos – baseada num texto mexicano -, que estava engavetada desde 2010. Com o sucesso de sua adaptação da novela infantil mexicana Carrossel, Íris e o SBT passaram a investir neste filão, o das novelas infantis.

Em sua gestão como principal autora do SBT, Íris Abravanel adotou um modelo diferente do que é visto no Brasil, ela utiliza o estilo americano conhecido como Sala dos Roteiristas. A esposa de Sílvio Santos, trabalha com o mesmo estilo dos principais showrunners das grandes séries americanas.

A Senhora Abravanel lidera uma equipe de roteiro grande no SBT. Entretanto, ela nem sempre é responsável pela redação das novelas, mas sim por coordenar e dividir as cenas para cada um dos roteiristas. A autora titular, seria responsável pelo resultado final do roteiro e também por dividir os capítulos para cada um de seus roteiristas, mantendo a estrutura orgânica da obra.

Esse estilo de trabalho adotado por Íris Abravanel no Brasil é muito conhecido nas séries americanas. No modelo, um mesmo autor é responsável por várias obras e não somente por uma, como acontece geralmente. Este é o caso de consagrados showrunners da TV americana, como por exemplo Ryan Murphy que é responsável por sucessos como American Horror Story, American Crime Story, 911 e Pose.

Vale ressaltar que, no Brasil, utiliza-se costumeiramente o padrão de colaboradores. Cada autor utiliza um estilo próprio para usar seus colaboradores. Walcyr Carrasco, responsável por O Outro Lado do Paraíso, não permite que seus colaboradores escrevam a novela, apenas corrigindo erros e apontando soluções.

Já Aguinaldo Silva, que entra no ar na próxima segunda com O Sétimo Guardião, divide o capítulo em cenas para os colaboradores, com todos escrevendo partes do capítulo que tem sua revisão final. Glória Perez, atual diretora de séries da emissora e que escreveu sucessos como A Força do Querer, não utiliza colaboradores. Para ela, é impossível “dividir a criatividade”.

Leia também: SBT corta desenhos e aumenta duração do Primeiro Impacto em nova programação

Clique para comentar!

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

  Subscribe  
Notify of

Coluna

Maitê Proença é sondada para ser ministra de Bolsonaro; Relembre outros famosos que tiveram cargo na política

Published

on

Maytê Proença é sondada para ser ministra de Bolsonaro; Relembre outros famosos que tiveram cargo na política. (Foto: Reprodução)

Maytê Proença é sondada para ser ministra de Bolsonaro; Relembre outros famosos que tiveram cargo na política. (Foto: Reprodução)

O nome da atriz Maitê Proença foi sugerido ao presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) para assumir o Ministério do Meio Ambiente. A proposta, segundo informações do jornalista Ancelmo Gois, do jornal O Globo, teria partido de um grupo de ambientalistas, economistas e pesquisadores.

Mesmo sem ser filiada a um partida, Maitê conta com muita influência na área ambiental. Além disso, ela é ex-mulher de Paulo Marinho, empresário próximo ao presidente eleito.  No entanto, para seu ex-marido, que fez parte da campanha do militar, a cogitação da artista para a pasta é uma “loucura”.

De acordo com informações do jornal Extra, a ex-global demitida pela Globo confirmou a sondagem, revelou que um dos critérios para sua nomeação seria seu apartidarismo, além de seu engajamento com o tema. Porém, ela ressalta que nenhum convite oficial foi feito até o momento.

“A ideia é tirar o viés ideológico a que o setor ambiental ficou associado. Trazer um nome que possa abrir as portas que se fecham para os ecologistas. Um nome ligado às causas ambientais, mas que circule nos diversos meios de forma isenta. E que possa colocar a pasta acima de picuinhas políticas. Concordo com tudo. Mas o meu nome é apenas uma ideia”, afirmou a atriz.

Além de Maitê, outros famosos como Stephan Necerssian e Sérgio Mamberti conseguiram um grande cargo na política. Porém, a maioria dos artistas, acabaram se frustando nas eleições, na tentativa de entrar na carreira de deputado. É o caso do ex-BBB Marcos Harter, exs-Fazendas Léo Áquila, Renata Banhara e a campeã da edição 4 do reality rural, Joana Machado.

Leia também: Como Fernanda Montenegro se tornou a dama da dramaturgia no Brasil

Sonia Abrão reprova atitude de Silvio Santos e o coloca na geladeira: “Deve se desculpar com a Claudia Leitte”

Continue Lendo

Coluna

Lista: Os maiores casos de assédio envolvendo famosos no Brasil e no mundo

Published

on

Lista: Os maiores casos de assédio envolvendo famosos no Brasil e no mundo. (Foto: Reprodução)

Lista: Os maiores casos de assédio envolvendo famosos no Brasil e no mundo. (Foto: Reprodução)

Neste final de semana, uma polêmica envolvendo Claudia Leitte e Silvio Santos durante a realização do 21º Teleton no SBT trouxe a tona uma polêmica antiga. Alguns artistas e internautas consideraram as falas eróticas do apresentador com a cantora como um “assédio” da parte dele e criticaram a postura de um dos maiores ícones que a televisão brasileira já conheceu.

Porém, essa polêmica não é de agora. Durante todos esses anos e, agora cada vez mais, diversos famosos do Brasil e do mundo vêm sendo acusados de assédios contra mulheres e tem um impacto enorme causado em sua carreira por conta do ocorrido. Relembre alguns casos de artistas mundiais que já tiveram seus nomes envolvidos em supostos casos de assédio.

John Travolta: o ator internacional teve o nome envolvido em um caso de assédio em 2012. Entretanto, em 2017, a história se repetiu. A estrela de filmes como “Olha Quem Está Falando” e “Pulp Fiction – Tempo de Violência” voltou a ser acusado do crime por um massagista, que contou que o caso aconteceu mais de uma década antes, em 2000, num hotel. De acordo com o rapaz, John o “agarrou pelas nádegas e mostrou os seus órgãos genitais durante a massagem”.

Sylvester Stallone: O astro foi acusado de estuprar uma fã de apenas 16 anos durante a produção do filme “Falcão – O campeão dos campeões” no ano de 1986. De acordo com uma reportagem publicada pelo Daily Mail, Stallone forçou a adolescente a fazer sexo com ele e com seu guarda-costas, Michael De Luca. Por sua vez, através de um porta-voz, o ator negou o caso.

Steaven Seagal: Um dos grandes nomes do cinema em frente e atrás das câmeras, Seagal foi acusado pela jornalista Lisa Guerreroe também pela atriz Portia de Rossi, esposa da apresentadora norte-americana Ellen Degeneres. As duas relataram situações parecidas, que aconteceram durante um teste de elenco. “Ele me disse o quão importante era ter química fora da tela, enquanto se sentava em cima de mim e desabotoava a calça de couro”, contou Rossi.

Ed Westwick: O ator que viveu Chuck em “Gossip Girl” foi acusado por cerca de três mulheres de abuso sexual. A atriz Kristina Cohenfoi a primeira a acusá-lo de ter forçado uma relação com ela durante uma noite na casa do astro, em 2014. Ele negou, dizendo que não a conhecia e que “jamais tinha cometido estupro”. Depois, a atrizAurélie Wynn também contou uma história parecida. E, em seguida, Rachel Eck, que era assistente de produção executiva, também o acusou.

José Mayer: Em março de 2017, a figurinista da Globo Susllem Meneguzzi acusou o ator José Mayer de assédio sexual em uma carta aberta ao jornal Folha de São Paulo. Ela contou que Mayer começou com um elogio, depois começou a falar coisas que a deixavam constrangida frequentemente e até colocou a mão na sua genitália. Até então, o brasileiro segue afastado das telinhas e se desculpou através de um longo texto nas redes sociais.

Leia também: Como Maisa Silva tornou-se uma unanimidade

 

Continue Lendo

Coluna

Ascensão da internet obriga a novela a buscar novos caminhos

Published

on

Novela As Aventuras de Poliana: Mirela (Larissa Manoela) e Luca Tuber (João Guilheme). (Foto: Reprodução)

Novela As Aventuras de Poliana faz sucesso na internet: Mirela (Larissa Manoela) e Luca Tuber (João Guilheme). (Foto: Reprodução)

No Brasil, as tradicionais telenovelas passam cada vez mais por um momento de transformação. Com a ascenção cada vez mais de outros veículos de comunicação, como a internet, mais prático e inteligente para o usuário, os autores e diretores dos principais canais do Brasil estão estudando novas maneiras de levar suas histórias ao público, fazendo com que o interesse seja mantido.

Com a dinâmica e praticidade do novo século, é difícil que pessoas continuem vendo TV em tempo real, seguindo a programação de uma emissora. Isso porque, em pouco tempo, o leque de possibilidades se abriu e o telespectador que, antes tinha somente TV, jornais e rádios como forma de entretenimento, passou a consumir outros meios. De agora em diante, tendência é que o esse público migre para internet e faça seus próprios horários.

Com estilos diferentes de fazer novela, a Globo, Record TV e SBT se viram reféns do novo sistema e tiveram que se adequar a eles para tentar retomar a hegemonia na televisão aberta. Nos últimos anos, as principais emissoras do país passaram a disponibilizar suas tramas em seus canais na Internet. A primeira, criou há tempos o aplicativo Globo Play, com todos o conteúdo de sua programação na íntegra. A rede dos bispos se adequou neste ano e lançou o Play Plus, visando ter a mesma funcionalidade da aposta global. Já o canal de Silvio Santos segue investindo no Youtube e busca retomar o posto de canal com maior inscritos no mundo na plataforma, perdido este ano para a RedeTV!.

Como informado anteriormente pelo O Canal, a Globo estuda encurtar o tempo de arte das suas tramas para que o público, que agora consome o produto pela internet, tenha maior facilidade em maratonar aos finais de semana. Quando aprovada, seus folhetins terá números de capítulos reduzidos a partir dos próximos anos.

Outro fator importante, é o crescimento das séries em plataformas de streaming, como a Netflix, que aposta em séries e vem alcançando a liderança na preferência dos internautas de todo o mundo. A partir disso, surgiu a necessidade das emissoras de TV baterem de frente e passarem a apostar cada vez mais no formato.

Mesmo com todas interferências que possam vir a atrapalhar o futuro das telenovelas no Brasil, há certo temor em deixar de lado a exibição das mesmas. Mesmo as tramas inspiradas no romancismo, um dos clássicos gêneros literários, as mesmas ainda fazem parte da cultura nacional e são responsáveis pelas maiores audiências das três maiores emissoras do país.

Leia também

Globo abre estudos para cancelar exibição de novelas aos sábados

Continue Lendo

Enquete

Advertisement

Siga-nos no Twitter

Advertisement

Curta-nos no Facebook!

Advertisement

Copyright © 2018 O Canal - Onde a TV vira notícia!