CONECTE-SE CONOSCO

Futebol

PSG ou Barça? Netflix! Neymar aparece em série do serviço

Publicado há

em

Com destino no futebol incerto, Neymar faz sua “estreia” como ator em série da Netflix (Reprodução/Internet)


Em meio a polêmicas e indefinição quanto ao seu futuro (sai do PSG, volta pro Barcelona, fica no PSG, vai pro Real Madrid… ninguém sabe), o jogador de futebol Neymar recebeu, ao menos, uma notícia positiva na última terça, 28.
Sua pequena participação na 3ª temporada da série (agora) da Netflix, La Casa de Papel, que havia sido cortada após as acusações de estupro (agora arquivadas) envolvendo o craque, foi acrescentada aos episódios. As informações foram divulgadas por Hugo Gloss em seu site pessoal.
Foram dois episódios relançados e com cenas acrescentadas, o número 6 e o número 8.
Na série famosa, Neymar interpretou um monge brasileiro e aparece conversando com Berlim e o Professor e faz até uma piada sobre não gostar de jogar futebol.
RECORDE
A Netflix continua colhendo os bons frutos de ter investido em mais temporadas de La Casa de Papel, série originária do canal estrangeiro Antena 3, mas que após seu enorme sucesso mundialmente, foi renovada pelo serviço de streaming.

Segundo dados divulgados pela revista americana Variety, a terceira parte da série foi vista por um número recorde de 34 milhões de usuários em seus primeiros 7 dias.
Isso faz de “La Casa de Papel” a produção não falada em inglês mais vista da plataforma em sua semana de estreia. Outros dados interessantes divulgados pela matéria falam sobre a série ter se tornado também a produção mais vista em países como Brasil, Espanha, França, Itália e Argentina.
Ainda segundo o relatório, mais de 70% dos espectadores terminaram os 8 episódios em menos de 1 semana.
A produção traz no elenco Álvaro Morte, Pedro Alonso, Najwa Nimri, Úrsula Corberó, Jaime Lorente, Alba Flores, Miguel Herran, Esther Acebo, Ituño Ituño, Darko Peric, Rodrigo de la Serna, Hovik Keuchkerian, Luka Peros, Henrique Arce, Kiti Mánver, Juan Fernández Mario de la Rosa, José Manuel Poga e Fernando Cayo.
Um 4º ano da série já está garantido.

NOVA TEMPORADA

Depois de fugir com um bilhão de Euros do FNMT, o professor recebe um telefonema: um dos membros do grupo foi capturado. A única maneira de resgatá-lo e proteger o esconderijo dos outros é reunir todos para realizar um novo assalto, o maior roubo já pensado.
Criada por Álex Pina e dirigida por Jesús Colmenar, a série, produção original do Antena 3, se tornou um sucesso estrondoso ao chegar à Netflix, tornando-se a série de língua não-inglesa mais assistida mundialmente quando foi

Facebook Comments

CLIQUE PARA COMENTAR

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Futebol

Flamengo iguala Corinthians em SP e quebra todos os recordes de de audiência no RJ

Publicado há

em

Mesmo sem times paulistas, o jogo que decidiu o brasileiro na final da Libertadores foi a partida entre clubes mais vista às quartas neste ano na Globo. O Rubro-Negro tem três dos seis jogos mais vistos às quartas em São Paulo, apenas o Corinthians tem um desempenho igual. No Rio de Janeiro, o jogo foi o mais visto da história na Libertadores.

Na noite de quarta-feira (23), a vitória de 5 x 0 do Flamengo contra a Grêmio na semifinal da Libertadores marcou 32,5 pontos na Grande São Paulo. O desempenho foi superior ao jogo de ida, que anotou 30,0 de média em 2 de outubro.

Além das semifinais da Libertadores, entra na conta do Flamengo um confronto contra o Corinthians pela Copa do Brasil. Outros dois jogos no top 6 são do Alvinegro, e há um terceiro, que foi o clássico Santos x Palmeiras pelo Campeonato Brasileiro.

Já no Rio de Janeiro, houve um recorde histórico, de acordo com a prévia da Kantar Ibope Media, que apontou pico de 54,2 pontos para a TV Globo às 22h15, dois minutos depois do gol anotado por Bruno Henrique.

É a maior audiência da Globo em sua casa, o Rio de Janeiro, em 2019. Novela e seleção brasileira passam longe desses índices. Assim como também se registrou a maior audiência da história da Libertadores, uma vez qe não se tem registro de uma audiência maior em partidas da competição, desde 2000, quando o Ibope estabeleceu o novo parâmetro de medição.

A medição consolidada será divulgada ainda nesta quinta-feira . A tendência é que o número aumente, beirando os 55 pontos.

Facebook Comments

CONTINUE LENDO

Futebol

Globo pode exibir Série B em 2020

Publicado há

em

De acordo com o jornalista da UOL, Flávio Ricco, existe um interesse de um grupo dentro do Grupo Globo em exibir a Série B, campeonato que dá acesso a elite do futebol brasileiro, em 2020.

Nada foi assinado e tudo que existe são apenas conversas ainda, mas o entendimento é o de que o torneio tem se valorizado cada vez mais e um maior investimento no mesmo pode ajudar a torná-lo ainda mais bem recebido.

Por enquanto, tudo ainda não passa de apenas uma ideia, mas ter a série B exibida na TV aberta para todo o Brasil seria um passo e tanto para a maior valorização do campeonato.

Facebook Comments

CONTINUE LENDO

Futebol

Saiba porque lista da FIFA tem mais filiados que a ONU

Publicado há

em

A Federação Internacional de Futebol (FIFA), por mais curioso que possa parecer, possui mais países filiados que a principal entidade intergovernamental do mundo, a Organização das Nações Unidas (ONU). São 221 países afiliados à FIFA contra 193 da ONU, totalizando 25 países que não fazem parte da organização ou são representados por outras entidades.

A presença e ausência de países na lista de cada entidade com certeza deve causar dúvidas nos torcedores que acompanham as seleções que participam de torneios mundiais e continentais organizados pela FIFA, alguns dos quais são exibidos no Brasil pela Band.

A Inglaterra, por exemplo, cuja seleção já foi campeã da Copa do Mundo de 1966 e que chegou às semifinais do Mundial de 2018, destacando-se também em sites de apostas esportivas durante a competição, não aparece na lista de países associados à ONU. A partir dessas informações, duas questões devem ter surgido na mente dos apaixonados pelo esporte: quais plataformas de apostas disponíveis no Brasil são confiáveis e por qual motivo a Inglaterra é um membro da federação de futebol, mas não da entidade intergovernamental?

Bom, para saber se um site é confiável, basta conferir as análises de especialistas que, além de indicar quais as melhores plataformas de apostas existentes, também apresentam os principais bônus e benefícios oferecidos aos usuários de cada uma delas. Agora, para conferir a razão pela qual há essa disparidade entre a lista de países filiados à ONU e à FIFA, basta ler nossa explicação abaixo.

FIFA 221 x 193 ONU

O número superior de países afiliados à FIFA pode ser explicado por uma estratégia da organização colocada em prática em 1974, quando o nosso compatriota João Havelange era o presidente da maior entidade do futebol mundial.

O radical método adotado pelo brasileiro tornou possível a filiação de novos membros que não eram necessariamente reconhecidos como países. Além disso, outra explicação para a maior quantidade de afiliados da FIFA é a presença de países como a Inglaterra e a Irlanda do Norte, cuja representação na ONU é realizada pelo Reino Unido.

Na FIFA, mas não na ONU

Conforme indicado anteriormente, existem países que estão afiliados à FIFA como entidades independentes, mas que são representados na ONU por uma entidade conjunta. O Reino Unido surge como o caso mais emblemático, possuindo um total de 12 bandeiras diferentes na entidade máxima do futebol que, além dos países já citadas, incluem Escócia, País de Gales e territórios ultramarinos como Anguilla, Bermudas, Gibraltar, Montserrat, Ilhas Turcas e Caicos.

Outras situações semelhantes são as de entidades como Guam, Porto Rico, Ilhas Virgens Americanas e Samoa Americana, todos territórios dos Estados Unidos sem representação na ONU, mas que estão presentes de maneira independente na FIFA.

Há, ainda, o caso de Hong Kong, Macau e Taiwan, que estão ligados à China, mas que surgem de maneira independente na federação de futebol. Enquanto as duas primeiras são regiões administrativas especiais, a terceira é uma espécie de província renegada. A situação entre China e Hong Kong, inclusive, não é das melhores atualmente. Uma onda de protestos pró-democracia vem acontecendo em Hong Kong alimentados pelo temor de que sua autonomia em relação ao governo central chinês esteja sendo destruída.

A lista da Federação Internacional de Futebol também possui a Palestina e o Kokoso, que se autodeclaram como países, possuindo suas respectivas seleções de futebol, mas que não são reconhecidas pela totalidade das nações que fazem parte das Nações Unidas.

Os demais casos são as ilhas caribenhas Aruba e Curaçao, territórios independentes da Holanda. Por fim, as Ilhas Cook, Ilhas Faroé e Nova Caledônia estão ligados à Nova Zelândia, Dinamarca e França, respectivamente.

Na ONU, mas não na FIFA

O Reino Unido, cuja saída da União Europeia deve trazer efeitos e riscos ao futebol europeu, não aparece na lista da federação de futebol já que conta com representações individuais.

Além dele, existem países que estão nas Nações Unidas, mas que não possuem uma seleção de futebol, a saber: Kiribati, Ilhas Marshall, Micronesia, Nauru, Palau e Tuvalu.

Facebook Comments

CONTINUE LENDO
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

⚡EM ALTA