Connect with us

Séries

5 séries da Amazon Prime que valem a maratona

Published

on

Amazon Prime: Serviço de streaming da Amazon oferece boas opções (Foto: Divulgação/Amazon)

Foi-se o tempo em que a Netflix era a única opção relevante para quem procurar um bom streaming por assinatura. Surfando na onda que o popular serviço começou, a Amazon (famosa e bem conceituada no meio do mercado online) lançou sua própria versão, chamada de Amazon Prime.

Confira abaixo 5 séries lançadas por eles, as quais vale muito a pena dar uma olhada:

1) Transparent

(Foto: Divulgação/Amazon)

A pioneira do serviço de streaming é também, até aqui, um de seus produtos mais aclamados – e relevantes, vale dizer. Transparent se inicia quando Mort (Jefrrey Tambor, vencedor do Emmy de Melhor Ator pelo papel) reúne a família para finalmente, se assumir como o que sempre foi: uma mulher trans. A partir daí, a série trata sobre o tema de forma sensível e cuidadosa, sempre com cuidado e dando voz a um grupo que, até então, ainda não tinha ganhado seu espaço nas produções de tv.

2) The Man in the High Castle

(Foto: Divulgação/Amazon)

Talvez a mais ousada produção do serviço de streaming até agora, The Man in the High Castle é um drama histórico baseado no livro homônimo de Phillip K. Dicks e conta a história de uma realidade alternativa onde a Alemanha venceu a Segunda Grande Guerra e o Nazismo se espalhou por todo o mundo. Com um roteiro bem amarrado e personagens críveis, a série assusta pela sua realidade e promove ótimas reflexões.

3) The Marvelours Mrs Maisel

(Foto: Divulgação/Amazon)

A última grande vencedora do Emmy nas categorias de comédia também é um acerto e tanto do serviço. A história de Miriam Midge Maisel, uma dona de casa de Manhatan que vê sua vida ser transformada graças ao seu talento como comediante, possui todas as características que fizeram de sua criadora, Amy Sherman Paladinno, um marco na TV com suas garota Gilmore.

4) Mozart in the Jungle

(Foto: Divulgação/Amazon)

Vencedora de dois Globos de Ouro de comédia, Mozard in the Jungle já chegou ao fim após 4 temporadas e 40 episódios e é uma excelente pedida para quem quer uma série engraçada e com final fechadinho. Protagonizada por Gael Garcia Benal, ela conta a história de Rodrigo (Gael) e e Hailey, dois jovens musicistas da Orquestra Sinfônica de Nova Iorque, que acabam se apaixonando no meio do processo de trabalho e precisam lidar com os novos sentimentos aflorados.

5) Jack Ryan

(Foto: Divulgação/Amazon)

A mais nova aposta do serviço de streaming é um prato cheio para os fãs de série de espioanagem e ação. Desenvolvida pro Carlton Cuse (conhecido por Lost) e protagonizada por John Krasinki, Jack Ryan conta a história de um analista da CIA envolvido num trabalho de perseguição e espionagem relacionado a uma ameaça terrorista aos Estados Unidos da América. A primeira temporada tem apenas 8 episódios e a série já está renovada para um segundo ano.

Leia Também:

– A Fazenda: Fernanda Lacerda é eliminada com rejeição histórica do público

Cinco séries de comédia para se assistir na Netflix 

Vem aí: Pais de Primeira, nova série de humor da Globo

Ciumenta? Em conversa ao O Canal, Giovanna Ewbank revela se sente ciúmes de Bruno Gagliasso em cenas românticas. Assista:

Clique para comentar!

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

  Subscribe  
Notify of

Séries

Atriz de Demolidor responsabiliza Netflix pelo cancelamento da série

Published

on

Demolidor: série da Netflix foi cancelada em sua 3ª temporada (Foto: Divulgação)

E a novela do cancelamento de Demolidor continua.

Desde que a notícia chocante foi anunciada, muito se especula se a decisão foi da Marvel (devido ao serviço de streaming da Disney) ou do serviço de streaming. A atriz Amy Rutberg, que interpretou Marci Stahl no programa, colocou mais lenha na fogueira ao afirmar, na semana passada, que o cancelamento do show foi puramente uma decisão da Netflix.

Ratinho faz declarações de cunho preconceituoso e homofóbico

“Meus contatos na Marvel ficaram muito surpresos”, disse Rutberg. “Qualquer um dos rumores que foram uma decisão da Marvel estavam errado, acho que foi puramente uma decisão da Netflix. Isso vem de conversas pessoais com pessoas no alto escalão da Marvel. Ouvimos rumores de que começaríamos a produção já em fevereiro de 2019. Seria um pouco incomum estar planejando o futuro e cancelar o programa, o que me fez pensar que a Netflix estava em dúvida sobre cancelar ou não. Meu palpite é que não foi uma decisão fácil.”

Palmirinha choca ao revelar acidente: “Bati a cabeça na parede, desmaiei”

A atriz acrescentou que o elenco imaginava que a série duraria por pelo menos cinco temporadas.

A EW entrou em contato com a Netflix para comentar.

O cancelamento do Demolidor do mês passado foi recebido com surpresa, apesar do cancelamento recente de Luke Cage e Punho de Ferro. A Netflix não revelou um motivo oficial para o cancelamento, mas atribui-se o cancelamento a um desacordo entre a Marvel, a Disney e a Netflix devido ao serviço de lançamento da Disney, o Disney + (o rumor ao qual Rutberg se refere). Há também os rumores de que o serviço de streaming queria produzir temporadas menores, algo que não foi bem visto pela Disney.

Disney domina pré-lista de efeitos visuais no Oscar

As únicas séries que ainda não foram canceladas da parceria são Jessica Jones e Justiceiro, que estreiam suas novas temporadas em 2019.

Continue Lendo

Séries

7ª temporada de Elementary será a última

Published

on

Elementary: Versão urbana de Sherlock Holmes chegará ao fim em sua 7ª temporada (Foto: Reprodução)

É hora de dizer adeus a (um dos) Sherlock Holmes. A sétima temporada de Elementary, a próxima a ser exibida, será a última, anunciou a CBS (rede americana que produz o seriado) na segunda-feira, 17 de dezembro.

“Todas as partes envolvidas se reuniram e falaram sobre suas posições no seriado – tanto em termos de negócio quanto em termos de história – e todos nós decidimos que este era um momento oportuno para dizer adeus a um programa que tem sido muito, muito bom para nós “, disse a presidente da CBS Entertainment, Kelly Kahl, em um comunicado ao Deadline, que soltou a notícia.

Disney domina pré-lista de Efeitos Visuais no Oscar

O produtor executivo Carl Beverly acrescentou: “[O criador da série] Rob [Doherty] se propõe a contar uma história, e parece que ele realizou o que ele tinha a intenção de fazer. Os atores, a equipe e o elenco se sentem assim, e nós sentimos isso. Portanto, estamos agradecidos e comemoramos o que temos e estamos ansiosos pelo futuro “.

A sexta temporada do show terminou com Sherlock (Jonny Lee Miller) e Joan (Lucy Liu) se mudando para o Reino Unido. “Quando voltarmos na sétima temporada, um ano terá se passado”, Doherty revelou anteriormente ao TVLine. “Então todos os nossos personagens terão tempo para refletir sobre o que aconteceu no final da sexta temporada.”

Letícia Tomazella e seu namorado Sérgio Rozeinblit curtem Buenos Aires

A produção da 7 ª temporada chegou ao fim na semana passada. A CBS ainda não anunciou uma data de estreia. No Brasil, a série é exibida pelo canal de tv a cabo Universal.

Elementary é uma versão da clássica história de Sir Arthur Conan Dayle, Sherlock Holmes, em Nova York. É uma releitura urbana do clássico, que traz Sherlock como um ex consultor da polícia e John Watson em uma versão feminina, interpretada por Lucy Liu.

The Noite inaugura cenário de Natal com Palmirinha nesta segunda, 17

Continue Lendo

Séries

Jaspion pode ser reexibido na TV brasileira

Published

on

Jaspion: Sucesso dos anos 90 pode ser reexibido na TV brasileira (Foto: Reprodução)

A boa notícia do dia é para aqueles que cresceram assistindo TV aberta brasileira nos anos 90. Um dos maiores sucessos daquela que é arcada por ser a década onde diversos produtos da cultura japonesa foram exibidos (e com sucesso) por aqui pode estar prestes a voltar. De acordo com informações de Danilo Modolo, criador do canal TokuDoc-  Almanaque do Tokusatsu, canal do Youtube voltado ao gênero, Jaspion foi comprado por uma grande rede de tv nacional e será reexibido em breve. Segundo o youtuber, em postagem no instagram, ainda não pode revelar qual canal comprou os direitos, mas isso será divulgado em breve.

Malhação: Vidas Brasileiras naufraga e é superada por Belíssima; Veja as prévias de segunda, 17 de Dezembro

Transmitido na Rede Manchete a partir de 1988, no programa comandado por Angélica à época, Jaspion rapidamente virou febre no Brasil, obtendo à época alguns dos mais altos números de audiência da TV Manchete. Já nos anos 90, entre 94 e 96, foi exibido pela Rede Record e manteve os bons números apresentados na Manchete.

Jaspion é um dos principais expoentes do gênero tokusatsu – talvez o maior aqui no Ocidente -, que é um termo usado para designar produções orientais live-action que geralmente fazem uso de efeitos especiais e trazem em suas histórias monstros e super heróis. Além de Jaspion, outros exemplos famosos do gênero são Kamen Raider e os Super Sentai (que são a base de inspiração para a franquia americana Power Rangers, por exemplo).

José de Abreu é homenageado no Los Angeles Brazilian Film Festival; Confira programação

Sua exibição original no Brasil – e o eventual sucesso, chegando a superar à época o programa da Xuxa – abriu as portas para a importação do gênero para a tv brasileira, uma das principais marcas da Rede Manchete em sua época de ouro.

Resta saber se sua eventual reprise terá o mesmo impacto na nova geração ou se apenas os fãs saudosistas, já adultos hoje em dia, prestigiarão novamente as aventuras do super herói que marcou a infância de tantos.

Anitta é criticada no México: “Exigimos humildade”

Continue Lendo