Connect with us

Globo

Globo lança novo telejornal aos finais de semana para frear liderança da RecordTV

Published

on

Rodrigo Bocardi é o âncora do “Bom Dia SP” na Globo, que pretende lançar novo telejornal. (Foto: Reprodução)

A Rede Globo, logo após a final dos jogos da Copa do Mundo da Rússia, vai estrear um novo telejornal aos sábados, com o objetivo, também, de frear os números da Record TV no horario.

Leia mais: Repórter da Globo sofre agressão e passa sufoco na Rússia

Segundo informações do site NaTelinha, o novo projeto vai anteceder o programa “É de Casa”, que começa às 09h00 e constantemente perde para a Record TV ou SBT durante boa parte do tempo.

O telejornal será uma edição especial aos sabados do “Bom Dia Praça”, exibido durante a semana, às 06h00. Em São Paulo, ele é apresentado por Rodrigo Bocardi e no Rio de Janeiro Flávio Fachel.

Leia também: Famoso ator gay surpreende público ao revelar que se casou

No mesmo horario, a Record TV exibe sozinha, há muito tempo, o “Fala Brasil Especial”, que se destaca na audiência para a emissora dos bispos, por não conter outro jornalismo semelhante nas concorrentes.

Ainda segundo o NaTelinha, cada praça terá a opção de incluir um noticiário local com duração de 30 minutos ou uma hora, com o título “Bom Dia Sábado”.

EPISÓDIOS DO CHAVES E CHAPOLIN NO MULTISHOW 

Os humorísticos “Chaves” e “Chapolin” seguem na grade do Multishow no fim de semana. No próximo, a emissora vai exibir episódios inéditos no Brasil de ambos os seriados.

Leia mais: Globo atende pedido de telespectadores e anuncia beijo gay em trama

No sábado, dia 07, Chaves e Quico aprendem que é preciso compartilhar as coisas e ajudar o próximo no inédito “Os Balões do Quico”. Logo em seguida, entra no ar o inédito de Chapolin “Nas Fotografias Pequeninas, o Chapolin Aparece de Corpo Inteiro / Paquera à Moda Antiga”.

Clique para comentar!

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

  Subscribe  
Notify of

Globo

Por que Sob Pressão faz tanto sucesso

Published

on

(Divulhação/Globo)

Que “Sob Pressão” é a série de maior sucesso da Rede Globo dos últimos anos, é um fato incontestável. Com bons números de audiência, uma ótima repercussão nas redes sociais e, em sua maior parte, elogiada pelo público, o drama médico protagonizado por Marjorie Estiano e Júlio Andrade está atualmente em sua segunda temporada, mas com uma 3ª (de 14 episódios) já garantida.

Desde que a produção de seriados da emissora aumentou, a Globo ainda não tinha conseguido alcançar isso. O que difere, então, a história de Evandro (Andrade) e Carolina (Estiano) das outras?

Um motivo que pode ser levado em conta é a semelhança (ao menos na base da história) de “Sob Pressão”com famosas séries médicas, como “Grey’s Anatomy,” House”, e “E.R- Plantão Médico”. Assim como esses programas de sucesso, o seriado da Globo mescla o dia-a-dia de um hospital, seus funcionários e os casos que precisam ser resolvidos por eles, enquanto lidam com diversos problemas em sua vida pessoal. É a clássica e batida fórmula de seriados médicos, que deu vida a inúmeros programas de sucesso nos Estados Unidos e que parece funcionar até hoje.

Outro motivo é a clara estrutura folhetinesca na qual as situações são sustentadas. Sempre existe uma virada próxima de acontecer (e ela quase sempre pode ser prevista antes de acontecer), construída geralmente com base em situações vivenciadas com pacientes. Em um país onde a telenovela ainda é a maior fonte de entretenimento, é compreensível que esse tipo de estrutura funcione, mesmo que em produções seriadas.

“Sob Pressão” ainda usa outro elemento do folhetim clássico: A dualidade entre dois protagonistas que se apaixonam. Evandro é o doutor cético, Caroline é aquela que se baseia na fé e usa isso para tudo no seu dia-a-dia. É a clássica história dos “opostos que se atraem”, que dá liga a história de amor dos dois e, mais uma vez, funciona para o público.

Existem vários defeitos na série – inclusive ligados à forma como todos esses pontos são apresentados -, mas há que se dar o braço a torcer: “Sob Pressão” soube entender seu público e o que ele quer consumir e, por isso, é um sucesso.

Leia Também:

– A aposta da Globo para temas atuais em suas séries

– O caminho da Rede Globo até o Emmy

– Lista: 5 séries de época para viajar no tempo

Continue Lendo

Globo

Como Rogério Gomes, o Papinha, tornou-se em um dos principais diretores da Globo

Published

on

Rogério Gomes, mais conhecido como Papinha. (Foto: Reprodução)

Rogério Gomes, mais conhecido como Papinha. (Foto: Reprodução)

Rogério Gomes, mais conhecido também como Papinha é um diretor de novelas da Rede Globo e de filmes. Antes de assumir o cargo, Rogério já foi operador de VT, montador e editor.

Aos cinco anos, Papinha teve seu primeiro contato com a TV, quando começou a acompanhar o pai, o locutor Hilton Gomes, aos estúdios da TV Tupi. Desde então brotou uma paixão pela televisão. Em 1980, começou a trabalhar como operador de VT na TV Globo.

Antes de começar a trabalhar com novelas, Papinha editou e dirigiu diversos clipes exibidos no Fantástico, algumas edições do Hollywood Rock e também o primeiro Rock in Rio. Rainha da Sucata foi a sua primeira novela que assinou como editor.

Logo depois, dirigiu a minissérie O Sorriso do Lagarto, a novela Deus Nos Acuda. Vira-Lata foi primeira novela que assinou como diretor geral,junto de Jorge Fernando. Agora, aos 57 anos, Papinha acumula em sua bagagem a direção de 14 novelas, uma minissérie e dois filmes. Atualmente Rogério é diretor artístico da novela O Sétimo Guardião.

Papinha não é diretor autoral, ou seja, ele tem uma enorme facilidade em ler roteiros dos autores e embarcar no universo criado por eles. Isso faz com que a direção seja ousada. Rogério tem poucas marcas, fruto de estar sempre se reinventando.

Leia também:

— Como Maisa Silva tornou-se uma unanimidade
— Danilo Gentili se posiciona a favor de Silvio Santos, após polêmica sobre assédio
— Como Fernanda Montenegro se tornou a dama da dramaturgia no Brasil

Continue Lendo

Globo

Após sete meses, Vivian Amorim e Fernanda Keulla deixam o Vídeo Show

Published

on

Após sete meses, Vivian Amorim e Fernanda Keulla deixam a equipe do Vídeo Show. (Foto: TV Globo)

Após sete meses, Vivian Amorim e Fernanda Keulla deixam a equipe do Vídeo Show. (Foto: TV Globo)

Após sete meses integrando a equipe do Vídeo Show, as ex-BBBs Vivian Amorim e Fernanda Keulla deixarão a apresentação do vespertino nesta semana. Elas entraram na atração em abril, logo após a final do Big Brother Brasil e, em julho, depois dos jogos da Copa do Mundo, assumiram o comando do programa ao lado de Sophia Abrahão e Ana Clara Lima.

A nova mudança faz parte das inúmeras promovidas pela Globo nos últimos meses, com a saída de Otaviano Costa. Aliás, todo o processo começou logo após Mônica Iozzi deixar o programa e seguir a carreira de atriz na emissora. De lá até agora, o canal carioca apresentou diversas trocas na apresentação na tentativa de encontrar uma substituta no tamanho da humorista.

Desde que entraram no Vídeo Show para assumir a função de apresentadoras, Vivian e Fernanda fazem um revezamento no vespertino, sendo uma em cada dia. Porém, nos últimos meses, elas vinham perdendo cada vez mais espaço para dar lugar aos atores da casa comandarem o programa e, assim, realizando um verdadeiro rodízio no programa.

Porém, nenhum dos testados se tornará fixo do Vídeo Show. A partir de segunda-feira, 19, Joaquim Lopes retornará para o programa na função de apresentador ao lado de Sophia Abrahão e Ana Clara, que seguirão no comando. Ele deixou a atração no início do ano para se dedicar à novela Orgulho & Paixão, encerrada recentemente e, meses depois, irá retornar.

Vivian Amorim e Fernanda Keulla, no entanto, não ficarão sem função dentro da Globo. A saída das duas se dá justamente por conta dos preparativos do próximo Big Brother Brasil. As duas formaram uma parceria como repórter e apresentadora da web do reality show no início deste ano. Bem avaliadas pela direção do canal, elas foram escaladas para estrelarem novamente a próxima temporada, que estreia em janeiro sob apresentação de Tiago Leifert.

Procurada pelo O Canal, a Assessoria de comunicação Globo confirmou a informação. “Fernanda Keulla e Vivian Amorim, que foram repórteres da temporada passada do ‘Big Brother Brasil’, retornam ao reality, cuja 19ª edição estreia em janeiro. Com isso, a dupla deixa o ‘Vídeo Show’, que, a partir da próxima segunda-feira, dia 19, estreia também com uma novidade: a volta de Joaquim Lopes, ao lado de Sophia Abrahão e Ana Clara”, diz.

Leia também: Big Brother Brasil 19 já tem nova data para sua estreia

Continue Lendo

Enquete

Advertisement

Siga-nos no Twitter

Advertisement

Curta-nos no Facebook!

Advertisement

Copyright © 2018 O Canal - Onde a TV vira notícia!