Connect with us

Televisão

Globo marca inicio das gravações do Tá No Ar

Published

on

Globo marca inicio das gravações do Tá No Ar. (Foto: Tá No Ar/Globo)

Está a todo vapor os preparativos da nova temporada do Tá no Ar: A TV na TV. Com isso, a Globo já definiu o início das gravações do programa de Marcelo Adnet.

Leia Também: Só Toca Top tem futuro definido pela Globo

Sucesso de repercussão, o humorístico já teve cinco temporadas. A sexta, que segundo informações do jornalista Fernando Oliveira, do jornal Agora São Paulo, já começa a ser gravada nas próximas semanas, conta com quase todo os roteiros prontos e desenvolvidos há meses.

Ainda segundo o texto de Fernando, circula nos bastidores da Globo que a sexta temporada poderá ser a última edição do humorístico de Marcelo Adnet. A emissora deverá bater o martelo sobre o futuro da atração somente durante a exibição da temporada em janeiro. Se a sexta temporada de Tá no Ar for bem recebido pelo público, a renovação será quase certa.

Leo Dias volta ao ar no Fofocalizando após reabilitação

O apresentador do Fofocalizando Leo Dias voltou ao ar no SBT nesta segunda-feira (24) após ficar internado por uma semana em clínica de reabilitação. “Estava com muita saudade, estou de volta”, disse Leo, ao ganhar um buquê de flores.

Com apoio de Silvio Santos, Leo Dias se internou na clínica no último dia 17. De acordo com o colunista Ricardo Feltrin, o jornalista terminou a primeira fase do tratamento contra o vício em cocaína.

Ele estava sob tratamento em uma clínica no interior de SP que utiliza um método não convencional contra vícios, com administração de uma substância chamada ibogaína, uma planta de origem africana, cujo uso ancestral era ritualístico.

SOBRE A INTERNAÇÃO

O apresentador e jornalista Leo Dias será internado em uma clínica de reabilitação no interior de São Paulo, nesta próxima terça-feira (17), para tratar o vício em cocaína.

Ele será submetido a uma terapia a base de ibogaína, uma substância perigosa que causa alucinações podendo até matar, mas tem alta eficácia no combate à dependência de cocaína, crack, álcool e maconha. A decisão de Leo Dias para se tratar foi a partir da ordem que recebeu de seu patrão, Silvio Santos. As informações são do colunista Daniel Castro, do Notícias da TV.

“Chegou aos meus ouvidos que alguns diretores do SBT cogitaram me demitir, mas Silvio Santos não deixou. Ele disse: ‘Não vou demitir o rapaz. Primeiro porque ele é bom. Segundo porque ele está doente’”, conta o apresentador do Fofocalizando. “Fui poupado da demissão porque Silvio Santos tem ciência de que estou doente. Isso me deu um choque”, disse ele.

Dependente deste 2001, quando ainda morava na Austrália, ele já se internou uma vez em uma clínica no Rio de Janeiro, que recebe eventualmente famosos. “Não senti nada, me senti um presidiário”, lembrou ele a respeito de sua última internação.

Terapia também faz parte da sua luta contra a dependência. “Minha terapeuta é foda, mas terapia comigo não funciona muito bem. Eu sempre digo que minha profissão é insalubre”, afirma.

Leo Dias admitiu que já faltou ao trabalho porque, devido à cocaína, não tinha condições de aparecer no ar. “É melhor ficar em casa do que ser vítima de chacota na internet”, disse.

Ciumenta? Em conversa ao O Canal, Giovanna Ewbank revela se sente ciúmes de Bruno Gagliasso em cenas românticas. Assista:

Clique para comentar!

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

  Subscribe  
Notify of

Audiência da TV

Com 200 capítulos, Malhação: Vidas Brasileiras tem a pior audiência desde 2015; E pode piorar

Published

on

Malhação: Vidas Brasileiras chega a 200 capítulos com audiência abaixo da meta. (Foto: Reprodução)

Malhação: Vidas Brasileiras chega a 200 capítulos com audiência abaixo da meta. (Foto: Reprodução)

A atual temporada da novelinha teen Malhação, intitulada Vidas Brasileiras, vem enfrentando forte rejeição da audiência e também de parte da crítica. A trama chegou nesta sexta, 14, a seu capítulo de número 200 e carrega o fracasso de acumular os piores números de 2015, mas a situação ainda pode piorar.

Segundo os dados a que O Canal teve acesso, a novela com assinatura de Patrícia Moretzsohn acumula até uma momento uma audiência de 16,47 (esses números referem-se a 199 capítulos, uma vez que o capítulo 200 ainda não teve sua audiência consolidada divulgada).

Globo muda estratégia para futuro de Ilha de Ferro

Esses números estão bem abaixo da média geral da temporada passada que foi considerado o maior sucesso da década. Viva a Diferença, que vai virar série na Globoplay, terminou com 20,43 pontos de média. Ou seja, são 04 pontos de queda entre uma temporada e outra.

A história que tem como inspiração a novela de sucesso do México 30 Viés também está bem abaixo de temporadas anteriores. Pro Dia Nascer Feliz (18,60) e Seu Lugar no Mundo (16,69), ambas escritas por Emanuel Jacobina, que volta na próxima temporada.

Com nova novela, Alcides Nogueira pode acirrar ânimos entre Silvio de Abreu e Benedito Ruy Barbosa na Globo

Neste momento, a trama está acima da temporada Sonhos, que foi assinada por Rosanne Svartman e Paulo Halm, que devem voltar ao ar no horário das 19 Horas em 2019 com a novela Bom Sucesso. Porém, naquela ocasião, a temporada fechou com média de 15,88 pontos. Nas quatro últimas semanas, Malhação: Vidas Brasileiras marcou média semanal abaixo dessa pontuação, o que pode significar que a trama ainda deva ser ultrapassada por Sonhos.

Vale lembrar, no entanto, que a novela ainda pode se recuperar sem grandes problemas. Isso porque, de acordo com a previsão da Globo, Vidas Brasileiras deve durar 290 capítulos e ficar no ar até Abril de 2019, faltando, portanto, quatro meses, o que pode garantir tempo para recuperação.

Direção tenta transformar Prêmio Estúdios Globo em seu Emmy interno

Caso não recupere o fôlego e seja ultrapassada pela temporada Sonhos, Vidas Brasileiras poderá acumular a pior audiência desde Casa Cheia, em 2014 e que, coincidência ou não, foi escrita também por Patrícia, ao lado de sua mãe Ana Maria Moretzsohn.

Continue Lendo

Novelas

Com nova novela, Alcides Nogueira pode acirrar ânimos entre Silvio de Abreu e Benedito Ruy Barbosa na Globo

Published

on

Alcides Nogueira pode jogar filha e neto de Benedito Ruy Barbosa para a geladeira da Globo. (Foto: Reprodução)

Alcides Nogueira pode jogar filha e neto de Benedito Ruy Barbosa para a geladeira da Globo. (Foto: Reprodução)

O autor Alcides Nogueira, que saiu do ar há pouco mais de um ano com Tempo de Amar, está preparando nova sinopse para a Rede Globo. Caso aprovada, a novela pode ser colocada na fila das 18 Horas e tomar o lugar da filha de Benedito Ruy Barbosa, Edmara Barbosa e do neto, Bruno Luperi.

Segundo apurou O Canal, o autor vencedor do Emmy Internacional pelo remake de sucesso de O Astro, está em ritmo acelerado de escrita para preparação de sua nova sinopse. Segundo informações da jornalista Patríca Kogut, a obra deve ser entregue para a emissora ainda em Janeiro.

Futura ministra Damares Alves sofre bullying e Danilo Gentili a defende

A reportagem falou com pessoas ligadas ao autor que confirmaram as informações de Kogut. De fato, Alcides trabalha numa obra para ser apresentada para a Faixa das 18 Horas. Aliás, comenta-se nos bastidores da Globo que foi uma encomenda direta do atual Diretor de Teledramaturgia, Sílvio de Abreu.

Caso a sinopse seja aprovada pelo Fórum de Dramaturgia, responsável por ler e aprovar ou recusar obras enviadas para a emissora, Alcides Nogueira seria colocado na fila para o segundo semestre de 2020, ou seja, sua novela iria substituir o remake de Éramos Seis, que vem tendo a supervisão direta de Sílvio de Abreu.

Direção tenta transformar Prêmio Estúdios Globo em seu Emmy interno

O problema é que o horário já estava reservado para a obra O Arroz de Palma, nome provisório da novela de Edmara Barbosa e Bruno Luperi. A dupla escreveu Velho Chico, na trama das 21 Horas, sob a supervisão de Benedito Ruy Barbosa. Embora com prestígio da crítica, a trama nunca foi sucesso de público e ainda acirrou os ânimos entre Benedito e Silvio.

Isso porque Velho Chico não foi aprovado pelo Fórum de Dramaturgia comandado pelo autor de Belíssima. Sílvio havia pré-aprovado a trama para o horário das 18 Horas, mas depois voltou atrás e deixou a história na geladeira. Com prestígio na Casa, consta que Benedito Ruy Barbosa à época procurou diretamente membros da família Marinho que garantiram a inclusão da novela no principal horário e fizeram Sílvio de Abreu engolir a situação.

Filme de Downton Abbey ganha seu primeiro trailer

Vale lembrar que, mesmo com baixa audiência, o Diretor de Dramaturgia da Globo não conseguiu promover as alterações que gostaria em Velho Chico. A resistência por parte de autor e direção foram tanta que culminou com a saída do diretor Luís Fernando de Carvalho da Globo.

Procurada, a Globo não respondeu até a publicação da reportagem. Caso haja alguma resposta, o texto será atualizado.

Alcides Nogueira

O autor é um dos mais experientes do time da Globo no atual momento. Colaborador por décadas, trabalhando com autores como Walter Negrão (Livre para Voar), Lauro César Muniz (O Salvador da Pátria), Sílvio de Abreu (A Próxima Vítima e As Filhas da Mãe) e Gilberto Braga (Força de um Desejo), ele escreveu novelas como os remakes de Ciranda de Pedra e O Astro, I Love Paraisópolis e Tempo de Amar.

Novelas das 18 Horas

Atualmente no ar com Espelho da Vida, a Globo já está em fase avançada de produção para sua substituta no horário das 18 Horas, trata-se de Órfãos da Terra, de Duca Rachid e Thelma Guedes que deve entrar no ar em Março de 2019. Para o segundo semestre do ano que vem, a emissora prepara Nos Tempos do Imperador, de Thereza Falcão e Alessandro Marson, autores de Novo Mundo. Em 2020, logo no começo do ano é a vez de entrar no ar o remake de Éramos Seis. Logo depois, estava prevista a trama de Edmara Barbosa e Bruno Luperi e que Alcides Nogueira pode tomar a vaga.

Continue Lendo

Globo

Direção tenta transformar Prêmio Estúdios Globo em seu Emmy interno

Published

on

Direção tenta transformar Prêmio Estúdios Globo em seu Emmy interno

Direção tenta transformar Prêmio Estúdios Globo em seu Emmy interno

Na última quinta-feira, 13, a Rede Globo premiou os profissionais da dramaturgia e do entretenimento que conseguiram ter maior destaque em 2018 nos bastidores. Batizado de Prêmio Estúdios Globo, quem ficou atrás das câmeras acabou sendo reconhecido e participou de uma noite de gala.

A ideia de premiar os funcionários faz parte do projeto da Globo em motivar todas as pessoas que participam das produções da Casa. “Acho que todo mundo merece ter seu trabalho reconhecido. A gente sabe como é difícil. As pessoas veem o glamour na tela, mas atrás não tem esse glamour todo, muito pelo contrário, tem muito trabalho, madrugadas, intensidade, carinho, dedicação. As pessoas largam suas famílias pra estarem aqui e formam uma outra família nos Estúdios Globo. É muito legal você premiar”, declarou Angélica para equipe de reportagem do Vídeo Show.

O trabalho de endomarketing conseguiu ganhar repercussão entre as pessoas que fazem parte da Globo. A intenção da direção é que o prêmio ganhe popularidade e se transforme no Emmy interno da emissora. Não por acaso vários nomes fortes da Casa foram chamados para votar.

Os convidados para fazerem parte do grupo de especialistas para votar nos indicados foram Boninho, Carlos Schroder, Eduardo Figueira, Glória Perez, Marcius Melhem, Monica Albuquerque, Ricardo Waddington e Silvio de Abreu.

A série Sob Pressão conquistou o Prêmio Estúdios Globo 2018 como melhor Produto de Dramaturgia. Protagonizada por Marjorie Estiano e Júlio Andrade, a produção conseguiu enorme repercussão junto ao público e prestígio entre os críticos.

Deus Salve o Rei, apesar de ter sido muito crítica pelos jornalistas especializados e também do público, conseguiu receber muitos troféus na festa promovida pela Rede Globo de Televisão. Cenografia, Figurino, Caracterização e Ativação Digital foram algumas das conquistas da novela. Os integrantes da equipe da obra comemoraram e postaram textos nas redes sociais.

Confira a lista dos vencedores abaixo:

CATEGORIAS DE DRAMATURGIA

Melhor Pesquisa E Produção De Elenco

Marcella Bérgamo e Daniela Ciminelli – pesquisa por “Onde Nascem Os Fortes”

Melhor Figurino

Mariana Sued – Por “Deus Salve O Rei”

Melhor Caracterização

Gilvete Santos – Por “Deus Salve O Rei”

Melhor Cenografia

Keller Veiga – Por “Deus Salve O Rei”

Melhor Produção De Arte

Nininha Medicis – Por “Deus Salve O Rei”

Melhor Fotografia

Walter Carvalho – Por “Onde Nascem Os Fortes”

Melhor Produção Musical

Daniel Musy e Victor Pozas – Por “Segundo Sol”

Melhor Sonoplastia

Claudio Valdetaro – Por “Onde Nascem Os Fortes”

Melhor Edição

Cristina Carneiro e Rafael Oliveira – Por “Tá No Ar”

Melhor Efeito Especial

Federico Farfan e Enio De Castro – Por “Deus Salve O Rei”

Melhor Efeito Visual

Marcelo Nicácio e Rafael Ambrosio – Por “Deus Salve O Rei”

Melhor Produto 2018

Jorge Furtado, Andrucha Waddington e Tatyne Lauria – Por “Sob Pressão”

CATEGORIAS DE VARIEDADES

Melhor pauta

Camila Appel – por “Conversa Com Bial”

Melhor pesquisa e produção de personagem

Paulo Baraldi – pesquisa por “BBB18”

Melhor Figurino

Flávia Costa e Dudu Bertholini – por “Amor E Sexo”

Melhor Make e Hair

Rubens Libório – por “Escolinha Do Professor Raimundo”

Melhor Cenografia

Milton de Biasi e Silvia Gandolfi – por “Conversa com Bial”

Melhor Produção de Arte

Luis Cardoso e Paula Rocha – por “Os Melhores Anos Das Nossas Vidas”

Melhor Fotografia

Césio Lima – por “The Voice”

Melhor Produção Musical

Alexandre Castilho, Christiaan Oyens, Marcelo Sussekind, Mauricio Oliveira, Torcuato Mariano e Vinicius Rosa – por “The Voice”

Melhor Edição

Ailton Renoldi e Fernando Pavão – por “BBB18”

Melhor Grafismo

Rodrigo Cipriano – por “Criança Esperança”

Melhor Produto 2018

Eduardo Sciortino, Flavio Goldemberg e Mariana Mônaco por “The Voice Kids”

CATEGORIA MISTA

Melhor Ativação em Plataformas Digitais

Samia Mazzuco – por “Deus Salve O Rei”

Leia mais:

Filme de Downton Abbey ganha seu primeiro trailer

Sem história, O Tempo não Para marcou a pior audiência desde a estreia; Confira as prévias de sexta, 14 de Dezembro

Continue Lendo