Connect with us

Globo

Neste domingo (25) “Os Pinguins de Madagascar” na Rede Globo

Published

on

Foto: (Divulgação/DreamWorks)

Neste domingo (25) a Rede Globo vai exibir o filme “Os Pinguins de Madagascar”, Penguins Of Madagascar no original, na sessão de filmes “Temperatura Máxima”.

Vindos da franquia de animação Madagascar, Capitão, Kowalski, Rico e Recruta, a elite do pinguins espiões, são capturados em uma missão que tinha como objetivo presentear o integrante mais novo da tropa em seu aniversário. Eles caem nas garras do temido dr. Otavius Brine, que se sentiu prejudicado pelo quarteto em um passado remoto. Agora, eles vão ter que impedir o maléfico plano do vilão de se vingar dos pinguins do mundo todo e, para isso, terão que juntar forças com uma especializada agência de espiões, a Vento do Norte, liderada pelo Agente Secreto. Enquanto isso, Recruta tenta provar seu valor como agente especial do time de pinguins.

“Os Pinguins de Madagascar” vai ao ar às 15h11, na Temperatura Máxima.

Clique para comentar!

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

  Subscribe  
Notify of

Globo

Globo volta a investir em contratos a longo prazo com atores

Published

on

Jeiza (Paolla Oliveira) e Zeca (Marco Pigossi) na novela 'A Força do Querer'. (Foto: Reprodução)

Jeiza (Paolla Oliveira) e Zeca (Marco Pigossi) na novela ‘A Força do Querer’, da Globo. (Foto: Reprodução)

A Rede Globo, após implantar um novo sistema de contrato com artistas e decidir que a grande maioria de seus atores serão funcionários da emissora apenas enquanto está no ar em alguma obra, acaba de surpreender e recuar em sua decisão.

Nos últimos meses, a emissora dos Marinhos voltou a fechar contratos longos com diversos artistas em suas recentes renovações com o casting da dramaturgia. A decisão da emissora se dá em tempos da alta concorrência no mercado, onde os principais veículos passaram a levar boa parte de seu elenco do grande escalão. Entretanto, engana-se quem pensa que esses concorrentes são apenas os tradicionais.

A Netflix, por exemplo, uma provedora global de filmes e séries via streaming, com produtos criados por ela própria ou alguns colaboradores, já investiu pesado nos últimos dois anos no Brasil e deve produzir ainda mais a partir do ano que vem. Para as produções nacionais – e até mesmo internacionais – diversos atores das principais emissoras do país estão sendo escalados, com uma proposta tentadora e, com isso, acabam desfalcando as grandes TVs.

Um dos exemplos recente da Rede Globo, é o caso do ator Marco Pigossi. Considerado um dos maiores galãs de sua geração, ele encerrou o seu contrato com a Globo em abril deste ano, após estrelar A Força do Querer em 2017, para dar conta de um personagem de série Australiana da Netflix. A decisão surpreendeu a todos e pegou a emissora de surpresa, ao perder um de seus grandes talentos.

A empresa Amazon agora entra também no mercado e deverá investir em várias produções em 2019, precisando desfalcar outros talentos das grandes emissoras, para compor o elenco das suas tramas a partir do próximo ano. Com a forte concorrência, a Globo quer se proteger ainda mais e ter ainda o melhor elenco do país sob sua exclusividade.

Leia também: Tais Araújo confirma retorno às novelas após cinco anos

Continue Lendo

Globo

Primeiras Impressões: Ilha de Ferro, a nova série Globoplay

Published

on

Ilha de Ferro teve sua primeira temporada disponibilizada (Foto: Divulgação)

Estreou nesta semana a 1ª temporada da nova produção exclusiva Globplay, a série Ilha de Ferro. Escrita por Adriana Lunardi e Max Mallmann, com redação final de Mauro Wilson e direção artística de Afonso Poyart, a série conta com 12 episódios, todos lançados simultaneamente na plataforma de streaming do Grupo Globo.

Quem assistiu ao primeiro episódio notou um avanço significativo em termos de produções seriadas desse novo investimento das Organizações Globo para teledramaturgia. Se o grande defeito da marca sempre foi o de produzir séries com um forte viés folhetinesco em todos os segmentos técnicos, isso pouco ou quase nada se viu nos 52 minutos deste episódio Piloto.

A costura narrativa segue rigorosamente os princípios estabelecidos ao longo da História da TV para a linguagem exclusiva de seriados, o que atrai o olhar de um público que sempre manteve desdém para produções globais, pois tudo sempre parecia uma telenovela. É um avanço que não pode deixar de ser destacado neste momento em que a dramaturgia passa por uma grande transformação.

Ilha de Ferro conta o dia-a-dia de petroleiros (Foto: Divulgação)

Do ponto de vista do texto, o primeiro episódio faz uma opção consciente por uma pré-história para preparar o público ao que estar por vir. A estratégia é muito comum, principalmente em séries britânicas e mesmo na TV fechada dos EUA. Apresentar as personagens e suas motivações torna-se essencial para, a partir daí, mostrar a amarração da história.

Ilha de Ferro pretende contar a história de vida de diversos personagens dentro de uma plataforma de petróleo, a 137. Com drama, comédia, aventura e mistério, a proposta da série é mostrar a relação humana, tendo como pano de fundo a disputa do poder e o controle do petróleo por parte do Governo.

A firme direção conseguiu também se afastar do posicionamento de câmera tão comum no universo da teledramaturgia brasileira. Oferecendo takes menos óbvios e, principalmente, apostando numa mistura de paletas ao longo dos episódios, a fotografia garantiu uma cor diferente para cada personagem, no melhor estilo Breaking Bad.

É preciso reconhecer também o significativo avanço na direção de elenco. Muito menos industrial, a atuação presente é muito quente, quase nada naturalista e que brinca com a caricatura. Porém, aqui é preciso fazer um importante adendo: não se trata de caricatura folhetinesca, porém, na profundidade do sofrimento de cada personagem. A imagem vendida é sempre pelo prisma da personagem em sofrimento, o que se torna uma hipérbole, pois segue a máxima de que nosso sofrimento sempre é maior para nós mesmos que para outros.

Do elenco podemos destacar o minucioso trabalho de composição de Cauã Raymond, que está firme na pele de seu protagonista, um anti-herói típico da TV mundial. Ele fugiu da composição naturalista e entrega um personagem de corpo e alma. Diferente de Maria Casadevall, com uma personagem complexa, ela entrega uma interpretação diferenciada. Nas cenas do presente, a atriz mostra o tom gélido de uma pessoa que tem de ser durona para sobreviver, porém, nos flashbacks vemos como ela já foi tão quente como seu rival.

O grande destaque do elenco no episódio Piloto, porém, é Sophie Charlotte. Com a melhor personagem em suas mãos desde Amora (Sangue Amora), a personagem vive uma insana, carente e apaixonada pela vida. As paletas com cores quentes permitem acompanhar todo o drama e as nuances da personagem que vive a beira da explosão e da loucura, brilhantemente interpretada por Charlotte.

Porém, nem tudo é maravilha. Há problemas. A intenção de apresentar uma história sólida para o público abraçar acabou fazendo com que o Piloto, em alguns momentos, fosse massante. Isso porque foram mostrados diversas personagens da plataforma e, ao menos neste primeiro momento, não havia a necessidade de tamanho tempo de arte para isso.

A vida fora da plataforma, com a disputa de poder e como o Governo enxerga o petróleo brasileiro é muito atraente, porém, foi apenas pincelado no primeiro episódio e deveria ter sido melhor explorado. Assim como, há irregularidade no elenco, como Kleber Toledo, muito abaixo dos companheiros de cena.

Em todo caso, a tirar pelo primeiro episódio, pode-se dizer que Ilha de Ferro promete ser a melhor produção exclusiva Globoplay e um avanço importante para a dramaturgia de séries do Grupo Globo.

Se a Globo pretende mesmo investir fortemente em séries – e parece que sim – é preciso começar a produzir mais e melhor. Ilha de Ferro é o primeiro trabalho que cheira como seriado.

Leia mais:

A ascensão da Globoplay como opção de entretenimento

Kevin Spacey e José Mayer: o legado de dois astros acusados de assédio

Continue Lendo

Audiência da TV

Band registra uma das suas piores audiências. Confira os consolidados desta quarta-feira, 14

Published

on

Band. (Foto: Reprodução)

Band. Confira os consolidados. (Foto: Reprodução)

Nesta quarta-feira, 14, a Band registrou uma das suas piores médias de audiência. Muitos de seus programas não chegaram a marca nem 1 ponto, segundo o Kantar Ibope.

Cada ponto equivale a 71.855 domicílios na Grande SP.

Confira os consolidados de quarta-feira, 14 de novembro:

Média do dia (7h/0h): 13,2
Bom Dia São Paulo 8,5
Bom Dia Brasil 8,9
Mais Você 7,4
Bem Estar 6,6
Encontro 6,7
SP1 11,1
Globo Esporte 10,3
Jornal Hoje 10,2
Vídeo Show 8,9
Sessão da Tarde: Uma Folga para Mamãe 9,6
Belíssima 12,2
Malhação 13,4
Espelho da Vida 16,2
SP2 18,1
O Tempo Não Para 20,6
Jornal Nacional 23,0
O Sétimo Guardião 24,5
Campeonato Brasileiro: Cruzeiro x Corinthians 23,3
Profissão Repórter 14,5
Jornal da Globo 10,6
Conversa com Bial 7,6
Empire – Fama e Poder 6,3
Corujão: O Homem da Casa 5,5
Hora 1 5,1

Média do dia (7h/0h): 7,2
Primeiro Impacto 5,7
Bom Dia & Cia 6,4
Fofocalizando 6,4
Casos de Família 6,9
Teresa 6,6
Carrossel 6,1
SBT Brasil 6,8
Roda a Roda 9,5
As Aventuras de Poliana 11,4
Chiquititas 11,5
Jogo das Fichas 9,8
Programa do Ratinho 9,5
The Noite 7,3
Roda a Roda (reapresentação) 5,6
SBT Notícias 4,7
SBT Notícias local 3,8

Média do dia (7h/0h): 7,3
Balanço Geral Manhã 1,8
São Paulo no Ar 4,4
Fala Brasil 4,8
Hoje em Dia 4,3
Balanço Geral SP 8,8
Bela a Feia / Luz do Sol 6,5
Essas Mulheres 5,4
Cidade Alerta 9,9
A Terra Prometida 8,3
Jesus 9,1
Jornal da Record 9,9
A Fazenda 10 10,6
Dancing Brasil 6,4
Programa do Porchat 3,9
Inteligência e Fé 1,5
Igreja Universal do Reino de Deus 0,4

Média do dia (7h/0h): 2,1
Jornal BandNews 0,3
Café com Jornal local 0,8
Café com Jornal – Edição Brasil 0,6
Sempre Bem 0,3
Cozinha do Bork 0,6
Verão Animado 0,5
Jogo Aberto 3,1
Os Donos da Bola 2,8
Melhor da Tarde local 1,6
Melhor da Tarde 1,8
Brasil Urgente 3,9
Brasil Urgente local 4,2
Jornal da Band 3,9
Minha Vida 1,4
Show da Fé 0,4
VídeoNews 1ª edição 0,3
Quarta no Cinema: A Carta 1,1
Jornal da Noite 0,7
Que Fim Levou? 0,3
Copa do Mundo Sub-17 Feminino – VT: Coreia do Norte x Alemanha 0,5
Jogo Aberto (reapresentação) 0,2
Os Donos da Bola (reapresentação) 0,1
VídeoNews 0,1
Vídeos Incríveis 0,1
Média do dia (7h/0h): 0,9
Te Peguei 0,2
AméricaShop 0,2
Te Peguei 0,3
Você na TV 1,0
Edu Guedes e Você by Sidney Oliveira 1,1
A Tarde É Sua 2,1
Te Peguei 0,5
Tricotando 0,7
RedeTV! News 0,8
Show da Fé 0,3
TV Fama 1,8
Superpop 2,2
Leitura Dinâmica 1,5
Data Venia 0,6
Te Peguei 0,8

Leia também:

— Como Maisa Silva tornou-se uma unanimidade
— Danilo Gentili se posiciona a favor de Silvio Santos, após polêmica sobre assédio
— Como Fernanda Montenegro se tornou a dama da dramaturgia no Brasil

Continue Lendo

Enquete

Advertisement

Siga-nos no Twitter

Advertisement

Curta-nos no Facebook!

Advertisement

Copyright © 2018 O Canal - Onde a TV vira notícia!