Connect with us

Televisão

Rodrigo Faro grava participação em programa do SBT; Confira

Published

on

Foto/Reprodução: Record TV.

Deixando a rivalidade de lado, as emissoras Record TV e SBT decidiram fazer um troca-troca de participação de seus artistas nos programas de cada uma.

Recentemente, o Danilo Gentili já esteve na Record TV, para gravar o “Programa Da Sabrina” em sua nova temporada. Agora, Rodrigo Faro foi até o SBT fazer participação em uma atração. 

Nesta quarta-feira, 04, Faro gravou com Carlos Alberto de Nóbrega uma participação na “Praça É Nossa”. O anúncio foi feito pelo apresentador, em uma postagem em seu Instagram. Veja a foto:



Foto/Reprodução: Rodrigo Faro/Instagram

Clique para comentar!

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

  Subscribe  
Notify of

Audiência da TV

Antes fenômeno, o que fez Poliana perder fôlego e audiência

Published

on

Cena de "As Aventuras de Poliana" (Foto: SBT/Gabriel Cardoso)

Cena de As Aventuras de Poliana com Sophia Valverde (Foto: SBT/Gabriel Cardoso)

Considerado o maior fenômeno do SBT nesta década, a novela infanto-juvenil As Aventuras de Poliana perdeu o fôlego e está em queda livre na audiência na Grande São Paulo. Estreada em maio deste ano, o folhetim já chegou a conquistar 16 pontos de média em uma semana, entretanto, há alguns meses, ela não consegue ultrapassar a casa dos 13 pontos de média semanal.

Muitos são os fatores que podem ter contribuido para a notável queda na audiência do folhetim. O primeiro, em questão, seria a troca de personagens entre duas atrizes. Em setembro deste ano, a atriz Milena Toscano, que interpretava a malvada Tia Luísa na trama, se afastou definitivamente da novela para cuidar de sua licença maternidade. Em seu lugar, entrou Thaís Melchior, sob muitos protestos dos fãs de ‘Poliana’.

Desde a troca oficial das duas atrizes, a novela vem despencando na audiência, chegando a perder 25% do que marcava anteriormente. Na primeira semana completa de Thaís Melchior como Luísa, entre 01 e 05 de outubro, As Aventuras de Poliana registrou 12.2 pontos de média em São Paulo. Uma semana antes, ainda com Milena, a média semanal era de 13.4. De lá para cá, o folhetim que já chegou a registrar 15.8 pontos durante a semana, oscilou entre 12.0 e 12.8.

Outro fator considerável anteriormente para a enorme queda e que agora pode ser descartado, era o motivo de Segundo Sol, a última novela das nove da Rede Globo, ter entrado em sua reta final, por isso a fuga do público. Entretanto, mesmo com a atual O Sétimo Guardião registrando indíces pífios para o horário na emissora carioca, a trama infantil do SBT não conseguiu esboçar uma reação. Nesta sexta-feira de feriado prolongado por exemplo (16), As Aventuras de Poliana ficou a frente da Record TV por apenas 0.7 de diferença segundo dados prévios (10.1 a 9.4), tendo que ser ligado o seu sinal de alerta pela primeira vez.

Por fim – e não menos importante -, acredita-se que a extensa duração da novela pode ter afastado o público, que vem percebendo, aos poucos, que ela não terá um fim tão cedo. Estima-se o término de Poliana apenas para 2020 (ou mais). Com isso, o SBT bateria o recorde e deixaria uma novela inédita no ar por mais de dois anos, ultrapassando centenas de capítulos nunca exibido em um produto do gênero no Brasil.

A queda de audiência nos folhetins não é exclusividade do SBT atualmente. A tendência vem acontecendo a cada dia que passa também com a Record TV, concorrente direta do SBT que investe somente em novelas biblícas. Isso porque, segmentar o público o tempo todo corre o risco de perda nos números a médio prazo. Desde 2012, o SBT não altera a temática e vem fazendo tramas apenas para o público infantil, fazendo com que o assunto se desgaste e o telespectador queira ver outra opção logo mais, ou logo menos.

Confira a audiência mensal de As Aventuras de Poliana na Grande São Paulo:

Maio/2018 – 14.6 pontos

Junho – 15.2 pontos

Julho – 14.8 pontos

Agosto – 14.5 pontos

Setembro – 13.5 pontos

Outubro (Com Thaís Melchior) – 12.4 pontos

Novembro* – 12.3 pontos

*= Até o dia 15/11

Leia também: Larissa Manoela surpreende fãs com acordo de três anos com a Netflix

Continue Lendo

Televisão

Os acontecimentos mais marcantes da TV no dia 17 de novembro

Published

on

Cobras e Lagartos. (Foto: Reprodução)

Cobras e Lagartos, que teve seu último capítulo exibido em 17 de novembro. (Foto: Reprodução)

A TV é historicamente o maior veículo que proporciona informação e entretenimento depois da internet. Por muitos anos, foi a principal fonte de informação do mundo inteiro e, no Brasil, tem uma preferência peculiar pelas novelas e séries. Confira alguns eventos que marcaram o dia 17 de novembro como destaque no mundo da televisão brasileira.

1969: Primeiro Capítulo de Verão Vermelho, da Globo

Com estreia em 17 de novembro de 1969, Verão Vermelho foi um dos sucessos de época da Rede Globo. Escrita por Dias Gomes, contava uma história que teve início na festa de 15 anos de Patrícia, no Iate Clube, em Salvador. Seus pais, Adriana e Carlos, haviam casado muito cedo, estavam infelizes e pensavam em se separar. Mas não decidiam nada, até surgir outro homem, Flávio.

1972: Último Capítulo de Bicho do Mato, da Globo

Em uma fazenda no interior de Mato Grosso, o impetuoso caipira Juba cresce livre e sem instrução, em contato com a natureza. Seus pais são mortos por ladrões de gado, e ele assume o comando da fazenda. Esse é o começo de Bicho do Mato, novela das seis que teve seu último capítulo exibido em 17 de novembro de 1972.

1973: Último Capítulo de Rosa dos Ventos, da Tupi

Rosa dos Ventos foi uma novela memorável da TV Tupi. Exibida entre 16 de julho e 17 de novembro de 1973, contava a história da freira Juliana, que abandona o hábito e se vê dividia entre dois homens: o inconsequente Quico e o maduro professor Antônio Carlos. Terá de lutar contra Eleonora, mulher poderosa apaixonada pelo professor.

1989: Último Capítulo de República, da Globo

A minissérie foi produzida em comemoração ao centenário do nascimento da República no Brasil. A minissérie ressalta a falta de participação e envolvimento popular, com a população assistido indiferente aos acontecimentos políticos. Entre os personagens que representam o povo, destacam-se Patápio dos Prazeres, um negro velho, bondoso e já aposentado, que só pensa em deixar para o filho um emprego público que lhe garanta a sobrevivência; e Lucas Tavares, negro alforriado e pacifista. Foi exibida na Rede Globo entre 14 de novembro e 17 de novembro de 1989.

2006: Último Capítulo de Cobras e Lagartos, da Globo

Cobras e Lagartos foi a novela das sete da Rede Globo exibida entre 24 de abril e 17 de novembro de 2006, com um total de 179 capítulos. Trazia a história de Omar Pasquim, dono de uma grande loja de departamentos, a Luxus, que vende de animais exóticos a aviões e roupas de grife a artigos esportivos. O milionário sofre de uma doença que o matará em poucos meses. Ele sabe disso e teme que sua herança vá parar nas mãos de quem não a merece. Omar é de origem pobre e trabalhou duro a vida inteira para construir seu império.

2006: Primeiro Capítulo de Antônia, da Globo

Exibida entre 17 de novembro de 2006 e outubro de 2007, a minissérie Antônia trouxe Negra Li, Leilah Moreno Quelynah e Cindy Mendes nos papéis principais. A atração conta a história de quatro amigas do bairro Classe Média Brasilândia em São Paulo, Brasil, que, dois anos antes, formaram um grupo de rap chamado “Antônia” e agora batalham para trazer o grupo de volta para o cenário musical da região.

Leia Também
— Por que Marina Ruy Barbosa tem mais espaço na Globo que Bruna Marquezine
— O que tornouque tornou Emílio Dantas o queridinho da Globo
— O casamento tardio entre Tony Ramos e Aguinaldo Silva

Continue Lendo

SBT

Demissão e processo: Como a demissão de Hermano Henning mexeu com o jornalismo do SBT

Published

on

Hermano Henning (Foto: Reprodução/SBT)

O jornalista Hermano Henning, âncora do jornal Rede Brasil, ganhou do SBT ação trabalhista em primeira instância no Fórum de Osasco. A informação surgiu através do apresentador Milton Neves. Vale ressaltar que o antigo funcionário da emissora de Silvio Santos pediu reconhecimento do vínculo trabalhista, férias, 13°, depósito do FGTS, multa de 40% por conta da demissão, dano salarial e indenização por danos morais.

Quem lê este tipo de notícia, com certeza se pergunta o que houve entre Hermano e o canal da família Abravanel. Um dos jornalistas mais experientes do país, Henning trabalhou no SBT durante 23 anos, tornando-se um dos principais nomes do jornalismo da emissora.

Para saber o que houve, a equipe do “O Canal” conversou com alguns funcionários da emissora com o objetivo de descobrir qual o motivo do desligamento do profissional com a emissora.

MUDANÇA NA LINHA EDITORIAL

Um influente funcionário da casa explicou que a direção da emissora considerava Hermano um dos melhores jornalistas do país, contudo, muito elitista. O canal tem buscado oferecer popularizar um pouco mais o setor de jornalismo, dando mais espaço ao Dudu Camargo e Marcão.

“O Hermano não tem postura para fazer jornal popularesco. Ele é mais calmo, sério, faz um jornalismo em bancada… São mais de 20 anos que o Hermano segue o mesmo padrão e não seria justo que a emissora o levasse para esse caminho mais popular”, explicou o profissional.

O funcionário garante que a decisão do corte é apenas pela linha editorial. Com outros nomes mais fortes, sobrou para Hermano o desligamento. “Por mais que o Henning tenha credibilidade, a Rachel Sheherazade e o Carlos Nascimento têm status maiores que qualquer outra pessoa no jornalismo do SBT. Então tiveram que desligá-lo”, explicou.

FOI SURPREENDENTE

Um dos repórteres do SBT falou que o desligamento causou espanto em todos da emissora. Apesar da emissora já ter sinalizado que iria para o caminho mais popularesco, ninguém imaginava que o Hermano seria demitido da empresa que trabalhava há mais de 20 anos.

“Foi surpreendente. A gente sabia que o Jornal do SBT seria cancelado mais cedo ou mais tarde. Contudo, acreditávamos que a direção iria oferecer um no o formato ao Henning”, contou o funcionário. “Chegou a circular nos corredores que ele apresentaria um programa de cavalos na manhã dos finais de semana, mas, infelizmente, isso não ocorreu”, acrescentou.

PROCESSO

A história de Hermano está ligada ao jornalismo do SBT. Ambos cresceram juntos, entretanto, com o tempo, cada um seguiu o seu destino. A emissora de Silvio Santos sofre para ganhar maior credibilidade por parte dos críticos, enquanto Henning saiu com status de grande jornalista.

Mais do que a demissão, o processo pegou os diretores do canal de surpresa. Com uma personalidade serena, não era aguardado que Hermano fosse entrar na justiça para buscar direitos trabalhistas. Mas, como explicaram os funcionários, ninguém também esperava que o SBT fosse demitir um dos seus principais profissionais do setor de jornalismo.

A primeira parte do processo já passou. Henning venceu e agora resta ao SBT recorrer. O fim desta história ninguém sabe, contudo, caso alguém acreditava que Hermano poderia voltar ao canal um dia, talvez essa esperança tenha acabado.

Leia mais:

Record TV quer lançar apresentadores nas noites de sexta

Tais Araújo confirma retorno às novelas após cinco anos

Continue Lendo

Enquete

Advertisement

Siga-nos no Twitter

Advertisement

Curta-nos no Facebook!

Advertisement

Copyright © 2018 O Canal - Onde a TV vira notícia!